Perfil de investidor: qual é o seu? Como fazer uma carteira de investimentos?

Escrito na categoria "Negociação" por André M. Coelho.

Você é um investidor conservador, moderado ou agressivo? No mundo dos investimentos, essas palavras descrevem o quanto você pode ganhar ou perder no que se refere a seus investimentos e sua carteira. Quanto mais conservadores seus investimentos, mais estáveis ​​serão seus retornos, enquanto uma carteira que é mais agressiva tende a experimentar mais um efeito de montanha-russa, tipificado por máximas mais altas, mas potencialmente mais baixas.

Vamos analisar mais profundamente como os perfis de investidores funcionam para ajudar a determinar qual estratégia de investimento pode ser melhor para você.

Perfil do investidor conservador

Alguém que está investindo de forma conservadora tem como objetivo preservar seu principal (ou seja, seus fundos atuais) e prioriza isso em vez de maximizar o retorno. Normalmente, esse investidor tem uma tolerância ao risco que é relativamente baixa. Em outras palavras, eles estão dispostos a desistir de retornos potencialmente altos por retornos mais estáveis ​​e, consequentemente, entendem que também é improvável que sofram quedas que possam deixá-los enjoados.

Frequentemente, as pessoas escolhem uma carteira mais conservadora quando seu horizonte de tempo é relativamente curto. O horizonte de tempo refere-se a quanto tempo você precisa do dinheiro, e um período mais curto indica que um investidor pretende acessar sua conta mais cedo ou mais tarde. Nesse caso, qualquer flutuação do mercado de ações poderia morder seu pecúlio, embora não dando tempo suficiente para que ele voltasse ao ponto em que estava.

Embora a história mostre que o mercado de ações eventualmente se recupera e retorna ganhos para as carteiras dos investidores, alguém com um horizonte de tempo mais curto pode não ter a capacidade de esperar que ele volte a subir. É por isso que um portfólio mais conservador é importante, pois dá a eles a segurança de que têm menos probabilidade de sofrer grandes perdas e eliminar todo o dinheiro que economizaram.

Carteira de investimentos conservadora

Normalmente, uma carteira conservadora é composta de investimentos mais seguros, como títulos, em vez de ações, que são considerados mais arriscadas, uma vez que as empresas e os setores podem cair e perder a preferência. Se um portfólio conservador inclui ações, elas tendem a ser empresas grandes, bem conhecidas e estáveis ​​- conhecidas como “ações blue chip” – que têm menos probabilidade de sofrer oscilações violentas de mercado.

Abaixo, um exemplo de carteira de investimentos conservadores:

Tipos de investidores

Conheça os diferentes tipos de investidores e em qual perfil está encaixado para aprender a investir melhor. (Foto: Minutes)

Que tipo de investidor é conservador?

Uma carteira conservadora é mais apropriada para um investidor mais velho que deseja manter seu capital intacto ao se aproximar da aposentadoria. Também é uma estratégia inteligente para um pai ajustar seus investimentos em uma conta de educação universitária para ser mais conservador quando a criança entra no ensino médio, pois eles precisarão começar a sacar os fundos nos próximos quatro anos. Esses cenários ilustram a importância de uma carteira mais conservadora, em que os fundos disponíveis têm menos probabilidade de ser devastados por uma queda prematura do mercado de ações.

O que é um perfil de investimento agressivo?

A expressão “sem dor, sem ganho” é uma forma adequada de considerar alguém que deseja uma carteira agressiva, uma que é focada em crescimento. Este tipo de investidor demonstra uma alta tolerância ao risco: eles não têm medo das flutuações do mercado porque estão confiantes de que o que cai, acabará aumentando – ajudando-os a obter novos ganhos durante a alta.

A palavra-chave a ser observada é “eventualmente”, pois um mercado em baixa pode demorar um pouco para se recuperar, o que pode ser um desastre para alguém que precisa de seu dinheiro imediatamente. É por isso que uma carteira agressiva requer um horizonte de tempo mais longo para que o investidor tenha tempo suficiente para acomodar essas quedas conforme necessário.

Carteira de investimentos agressiva

Uma carteira agressiva é ideal para quem está apenas começando e quer construir seu pé-de-meia com o tempo. Começando com uma perspectiva mais agressiva, eles têm mais probabilidade de realizar ganhos maiores e, portanto, têm mais tempo para a composição para funcionar – onde seus investimentos geram retornos e (em muitos casos) dividendos, o que resulta em um valor maior que então tem uma chance para ganhar ainda mais retornos. Com o tempo, esse fenômeno pode aumentar muito seu portfólio.

Uma carteira agressiva tem mais probabilidade de incluir empresas ou setores mais novos ou menos comprovados que têm a capacidade de realizar grandes ganhos, mas também perdas potencialmente proporcionais.

Aqui está o que você encontrará em uma carteira agressiva tradicional:

Que tipo de investidor é agressivo??

Alguém que está investindo em uma carteira agressiva está mais sujeito a precisar reequilibrar a carteira regularmente, uma vez que o alto crescimento em uma área pode derrubar as outras e, assim, deixar você com um portfólio que não está alinhado com seus objetivos iniciais.

Esse é um dos motivos pelos quais usar um “consultor-robô” pode ser uma estratégia inteligente. O consultor ou “robo-trader” verificará novamente se alguma participação individual em sua conta aumentou ou diminuiu significativamente em relação à ponderação original.

O que é um investidor moderado?

Investir pode parecer assustador porque as consequências de escolher errado podem significar a diferença entre uma conta que está pronta para fornecer amplamente para os anos dourados ou uma que é um pouco mais enxuta. Embora você não queira abrir mão dos ganhos, também não quer sacrificar o principal, dependendo do estágio de sua vida. Para este gerenciamento, existe o perfil de investidor moderado.

O investidor com perfil moderado é aquele que equilibra seus investimentos entre o que é conservador e o que é agressivo. Assim, os riscos são reduzidos ao mesmo tempo em que as possibilidades de ganhos aumentam.

Carteira de investimentos moderada

Uma carteira de investimentos moderada pode tender mais para o conservador ou para o agressivo, dependendo diretamente de sua tolerância ao risco.

Uma carteira de investimentos moderada tendendo a um perfil mais conservador é:

Uma carteira de investimentos moderada tendendo a um perfil mais agressivo é:

Que tipo de investidor é moderado?

O investidor moderado é o caso da maioria dos investidores responsáveis com suas riquezas. São investidores que não buscam ganhos muito grandes, preferindo ganhos constantes e crescimento mais seguro. Ao mesmo tempo, mantém investimentos seguros para terem uma “almofada” caso os investimentos mais arriscados resultem em perdas. É um perfil que te prepara tanto para ir a um estilo mais agressivo ou para voltar ao investimento conservador, pois te possibilita experimentar um pouco de cada um dos estilos.

Qual seu perfil de investidor?

Conforme mencionado, existem fatores-chave que indicam qual estratégia é melhor para você. Há diversos testes na internet que podem ajudar a entender sua tolerância ao risco. Nossas instruções abaixo podem te direcionar melhor ao seus tipos de investimentos ideais.

Uma carteira conservadora é mais apropriada para quem tem:

Uma carteira agressiva é mais apropriada para quem tem:

Uma carteira modera é mais apropriada para quem tem:

Naturalmente, suas necessidades mudarão com o tempo. Por exemplo, as condições do mercado podem estar deixando você desconfortável ou você pode estar se aproximando de um marco, como faculdade ou aposentadoria, e preferir mudar para o modo de preservação em vez de crescimento.

É importante manter um olho atento em seu portfólio e verificar regularmente para que você possa reconhecer as necessidades de mudança e mover seu pé-de-meia para quaisquer veículos de investimento adequados para sua situação atual.

Assumir o controle de seu futuro financeiro com investimentos prudentes e estar ciente dos prós e contras de carteiras conservadoras, agressivas ou moderadas pode ajudar a colocá-lo no caminho para a estratégia certa para você.

Investir envolve risco, incluindo perda do principal. Este artigo foi distribuído apenas para fins educacionais e não deve ser considerado um conselho de investimento ou uma recomendação de qualquer segurança, estratégia ou produto de investimento em particular. As informações contidas neste documento foram obtidas de fontes consideradas confiáveis.

Caso tenha alguma pergunta, deixem nos comentários e iremos ajudar!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

Quem não tem amigos e familiares dizendo que estão sem dinheiro? Como especialista em educação financeira e consultor empresarial com mais de 300 horas de cursos, André decidiu ajudar compartilhando seu conhecimento através de artigos neste blog. André tem graduação em pedagogia e especialização em padronização de processos e usa seu conhecimento para ensinar seus leitores a lidar melhor com o dinheiro.

Aviso legal

O conteúdo apresentado no site é apenas informativo com o objetivo de ensinar sobre o funcionamento do mundo financeiro e apresentar ao leitor informações que o ensine a pensar sobre dinheiro. O site Sem Dinheiro não faz recomendações de investimentos e em nenhuma hipótese pode ser responsabilizado por qualquer tipo de resultado financeiro devido a práticas realizadas por seus leitores.

Deixe um comentário