Consórcios são um produto do mercado financeiro oferecidos para que você possa financiar seus bens a preços acessíveis. Porém, você não recebe seu bem no momento em que começa a pagar por ele. Diferente de um financiamento, quando você recebe o bem assim que começa a pagar por ele, em um consórcio você só poderá comprar seu bem quando for contemplado. Mas o que é um consórcio contemplado? Vamos entender.

Como funciona um consórcio?

Em um consórcio, um grupo de pessoas deposita mensalmente um valor acordado em contrato. Uma empresa administra o consórcio e os recursos dele. Mensalmente, um número de participantes pode ser contemplado com uma carta de crédito no valor do bem que está sendo consorciado. Esses participantes podem usar a carta de crédito para comprar o bem, dar entrada em um financiamento de um bem um pouco melhor, ou até vender a carta de crédito. No contrato do consórcio, é estabelecido como os participantes podem ser contemplados, como através de lances fixos, livres, ou sorteio. Ao final de um consórcio, obrigatoriamente, você receberá sua carta de crédito, mesmo que não tenha sido sorteado.

Consórcio contemplado: como funciona?

O consórcio contemplado é o recebimento de uma carta de crédito no valor do bem do consórcio. A carta de crédito funciona de forma semelhante a um vale compra. O consorciado poderá decidir o bem a adquirir e o dinheiro então será repassado ao responsável pela venda. O consorciado pode também optar por receber o valor em dinheiro. Vale lembrar que mesmo sendo contemplado antes de pagar todas a mensalidades, o consorciado terá de pagar as mensalidades restantes, como se fosse um financiamento.

Um consorciado pode receber sua carta de crédito de três maneiras: sorteio, lance, ou ao fim do consórcio.

Sorteio

Mensalmente, todos os participantes do consórcio participam de um sorteio, com chances iguais para todos. Nesse sorteio, os participantes podem ser contemplados com a carta de crédito.

Lance

Através de lances fixos ou lances livres, como explicitado no contrato do consórcio, um participante pode aumentar suas chances de ser contemplado no sorteio da carta de crédito.

Fim do consórcio

Após pagar todas as mensalidades do consórcio, o consorciado receberá a carta de crédito para uso.

Consórcio contemplado

O consórcio contemplado é quando o indivíduo recebe a carta de crédito para poder usar na compra do bem do consórcio. (Foto: LinkedIn)

O que fazer com um consórcio já contemplado?

Um consórcio é feito para a compra de um bem específico, mas não é necessário usar a carta de crédito exclusivamente para isso. Você pode, com uma carta de crédito:

Compra

Você pode comprar um bem no valor da carta de crédito. Por exemplo, se consorciou um imóvel, pode comprar um veículo ou carro.

Financiamento

Você pode usar a carta de crédito para dar entrada em um financiamento de um outro bem. Pode usar também o consórcio para pagar o financiamento de outros bens e ajudar a quitar dívidas.

Contratação

A carta de crédito pode ser usada para contratar serviços, tais como viagens, despesas médicas, etc.

Dinheiro

Você pode receber o dinheiro do consórcio e usar os recursos como bem entender.

Obs.: os usos para a carta de crédito são especificados no contrato do consórcio. Há limitações para o uso da carta de crédito, e podem não ser usadas para todas as finalidades.

Venda e compra de consórcio contemplado

É possível vender ou comprar um consórcio já contemplado. Antes de fazer essa negociação, é preciso tomar alguns cuidados.

O contrato deve ser gerenciado por empresa autorizada pelo Banco Central

Se o consórcio não foi pago integralmente, será necessário pagar pelas parcelas restantes, mesmo em um consórcio já contemplado.

Obtenha os seguintes documentos:

Ata da reunião de contemplação confirmando o consorciado como contemplado

Comprovantes de pagamento das parcelas pagas

Cópia do contrato do consórcio

Declaração da administradora do consórcio confirmando que o contrato está vigente e de acordo com as cláusulas do grupo

Declaração da administradora confirmando a contemplação, o valor da carta de crédito, os rendimentos até a data da transferência e todas as informações financeiras cabíveis.

Pré-aprovação ou aprovação da administradora para a transferência do contrato.

Algumas administradoras e contratos de consórcios podem limitar a compra e venda de cartas de crédito. Verifique antes de fazer a negociação.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos responder!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)