Ter seu número de CPF clonado não é exatamente o mesmo que obter as informações de sua conta bancária. Você pode obter facilmente um novo número de conta bancária e fazer com que o banco congele suas contas. Por outro lado, é um pouco mais difícil obter um novo número de CPF se você tiver algum problema

O que é um número de CPF?

A Administração da Previdência Social define um número do CPF como um número de 11 dígitos para fins de rastreamento de identidade. Também é usado para rastrear os salários ganhos durante a vida de alguém para benefícios da Previdência Social.

A seleção desse número é aleatória. Sempre que você começa um novo emprego ou se candidata a benefícios do governo, você precisa do seu número de CPF. É usado para verificar sua identidade e controlar os ganhos do Seguro Social.

Você pode localizar seu número de CPF em seu cartão de CPFl. Se você não conseguir encontrar seu cartão, certifique-se de entrar em contato diretamente com a Administração da Previdência Social.

O que você pode fazer com um número da Previdência Social ou CPF?

Como o governo usa seu número de previdência social como um identificador exclusivo, você pode usá-lo para fazer o seguinte.

Se inscrever em empregos

Abrir uma conta bancária

Inscrever-se para um cartão de crédito

Solicitar um passaporte

Pagar impostos

Inscrever-se em um seguro ou plano saúde

Obter uma carteira de motorista

Como ocorre o roubo do número da previdência social: o que acontece se alguém obtiver seu número de CPF?

Há várias maneiras de alguém roubar sua identidade ou número do CPF. Os ladrões podem roubar o seu número de Seguro Social, explorando violações de dados, vasculhando o lixo em busca de documentos pessoais ou usando qualquer número de outras abordagens. Os ladrões podem então vender sua identidade ou fingir ser você para abrir várias contas em seu nome, acessar dados médicos, apresentar declarações de impostos fraudulentas ou, na pior das hipóteses, cometer crimes.

Fraudes com o número de CPF: como elas acontecem?

Uma vez que um ladrão de identidade tenha seu número de CPF, ele pode cometer todos os tipos de fraude financeira, potencialmente deixando você no gancho por sua má conduta. Os números da Previdência Social estão envolvidos na maioria dos aspectos da vida dos brasileiros emprego, histórico médico, impostos, educação e contas bancárias, para citar alguns. Abaixo está uma lista de apenas algumas coisas que alguém pode fazer com seu CPF se colocar as mãos nele.

CPF e pagamentos

O CPF pode ser usado para receber cobranças quando a instituição já tem as informações da pessoa. (Foto: divulgação)

1. Abrir  contas financeiras

Seu número de CPF é a informação pessoal mais importante de que um banco precisa ao conceder crédito ou abrir uma conta. Com esse número, um ladrão pode obter cartões de crédito ou empréstimos. E quando chegar a hora de reembolsá-los, eles não o farão, o que prejudicará sua pontuação de crédito. Esses pagamentos perdidos estão vinculados ao seu número de CPF, então eles vão acabar em seu relatório de crédito e podem afetar sua capacidade de solicitar qualquer tipo de empréstimo ou nova conta no futuro.

Depois de detectar transações suspeitas, você pode usar sua pontuação de crédito e relatórios de crédito para detectar fraudes e acabar com elas. Infelizmente, pode levar anos para que as informações fraudulentas sejam removidas de seu relatório de crédito e, como resultado, para que sua pontuação de crédito seja recuperada.

Os ladrões podem ter dificuldade em acessar sua conta bancária se souberem apenas o seu número de CPF. Na maioria das vezes, para acessar uma conta existente ou abrir uma nova conta bancária, o banco exigiria formas adicionais de identificação, como seu cartão de seguro social físico, RG ou passaporte.

Além disso, muitos bancos implementaram medidas de segurança adicionais para evitar isso, como solicitar perguntas de segurança para acessar sua conta bancária.

2. Obter cuidados médicos

Alguém usando seu número de CPF também pode se submeter a tratamento médico, contaminando seus registros médicos. Registros médicos imprecisos podem ter consequências fatais. Por exemplo, imagine o que poderia acontecer se você recebesse tratamento com base em uma história falsa listando o tipo de sangue errado. Além disso, os ladrões podem roubar sua cobertura de seguro ou plano de saúde, o que pode deixá-lo em apuros quando precisar.

3. Apresentar um reembolso de imposto fraudulento

O roubo de identidade do contribuinte continua a ser um problema no Brasil, embora a Receita tenha relatado que os incidentes estão em declínio geral. Porém, ainda há muitas fraudes em impostos.

Os ladrões de identidade usam números roubados do CPF para obter um reembolso fraudulento, o que então atrasa qualquer reembolso devido legalmente à vítima.

Portanto, quanto antes você declarar seus impostos, maior será a probabilidade de obter o reembolso antes que um ladrão de identidade tenha a oportunidade de tirar proveito de sua identidade roubada. Você saberá que alguém roubou sua identidade se sua devolução for rejeitada como uma duplicata. Em seguida, você começa o processo de resolução da fraude e, se necessário, obtém o reembolso que você merece.

4. Cometer crimes

Obter o seu número de CPF pode ser apenas uma fração dos crimes do ladrão. Se o ladrão de identidade for preso por outro crime e fornecer seu número de Seguro Social para as autoridades, você pode ficar preso em seu histórico criminal. O registro criminal deles pode impedir você de conseguir empregos ou interferir em qualquer outra coisa que exija uma verificação de antecedentes criminais.

5. Roubar seus benefícios

Um ladrão também pode usar seu número de CPF para solicitar benefícios de desemprego ou de Seguro Social, esgotando esses recursos e impedindo você de acessar essa assistência quando precisar dela mais tarde.

Como descobrir se o seu número de CPF foi roubado?

Ladrões podem operar sob sua identidade por anos sem serem descobertos, e alguns desses crimes são muito difíceis de detectar. Uma das melhores coisas que você pode fazer é verificar regularmente seu relatório de crédito em empresas de análise de crédito. Reveja seu relatório de crédito minuciosamente para contas não autorizadas ou registros públicos não relacionados a você. Essas bandeiras vermelhas podem indicar erros administrativos ou roubo de identidade. De qualquer forma, você deve estar atento a isso e agir assim que vir algo suspeito.

Dúvidas? Deixem nos comentários suas perguntas!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)